Tarcísio volta à Brasília – 3º mandato como Deputado Federal

    Em 1990 Tarcísio foi eleito para seu terceiro mandato de Deputado Federal, com 68.500 votos, tendo sido o candidato mais votado do estado de Minas Gerais. Licenciou-se do cargo logo no início do mandato, para assumir a Secretaria de Estado do Trabalho e Ação Social de Minas Gerais. Retornou à Câmara em novembro de 1992, encontrando o ambiente político conturbado com a CPI dos “Anões do Orçamento”. O Líder de seu Partido encontrava-se sob investigações e os peemedebistas necessitavam de um novo Líder cuja integridade moral não fosse colocada em dúvida. Tarcísio foi, então, escolhido por unanimidade Líder da Bancada do PMDB na Câmara Federal e, no exercício da função, resgatou a credibilidade da Bancada e prestou substantivo apoio à implantação do Plano Real.