Tarcísio, Diretor Geral do DNER

    No início de 1995, Tarcísio foi nomeado Diretor Geral do DNER e permaneceu no cargo até junho de 1996. Neste período, trabalhou com grande êxito para mudar os métodos de trabalho do Órgão, sempre acusado de irregularidades e má gestão dos recursos públicos. Tarcísio implantou uma série de normas que moralizaram a prática administrativa, de tal forma que sua atuação como Diretor-Geral foi considerada uma das mais dignas da história do DNER.
    Como diretor do DNER inaugurou inúmeras obras relevantes e teve uma atuação diferenciada no tratamento da Transamazônica, quando adotou o critério de celebrar convênios com Prefeituras da região, passando recursos para que elas próprias administrassem a conservação dos trechos da estrada que cortavam seus municípios.